O desejo de ganhar uma graninha com a internet é o novo “quero ganhar dinheiro dormindo”, pois ficar conectado é algo que todo mundo adora fazer. Brincadeiras à parte, exceto em casos raros, você não será remunerado enquanto dorme, mas, na internet, é possível lucrar de maneiras que você nunca sonhou (com o perdão do trocadilho).

O aumento da demanda por informações, entretenimento, produtos e serviços criou oportunidades perfeitas de conseguir um lucro extra na internet ou até mesmo viver disso. Encontrar uma atividade que você possa executar com prazer é um benefício a mais desse negócio.

É claro que o seu “trabalho” precisa ser honesto e legal, caso contrário, você pode se dar muito mal; por isso, desconfie de cursos, metodologias e gurus que prometem retorno financeiro em pouco tempo. Para ter sucesso nessa empreitada, é preciso ter disciplina, organização e, de preferência, um bom conhecimento sobre o seu negócio.

Além disso, se você não acompanhar a evolução da tecnologia, em pouco tempo a sua ideia brilhante ficará para trás. Não existe dinheiro fácil, nem do dia para noite. A vantagem é que você pode realizar uma atividade com a qual você se identifica e começar a administrá-la financeiramente, como:

Você é divertido, possui algum talento ou sabe muito de um assunto? Você pode ser a próxima estrela do YouTube

Ser um YouTuber, como são chamadas as pessoas por trás dos principais canais da rede de vídeos da internet, é uma das opções com mais potencial para enriquecer no mundo online. Para isso, você deve construir um canal sólido, com conteúdo interessante e diferenciado, voltado a um público segmentado, e investir na divulgação.

Entretanto, não há garantias sobre esse negócio: você pode começar a fazer sucesso com apenas alguns vídeos ou pode demorar muito tempo para decolar e, ainda, corre o risco de acabar sem relevância nem dinheiro no bolso ou estragar tudo com uma má atitude perante a sua audiência.

Com o reconhecimento do público, é possível assinar contratos com marcas para divulgar produtos e serviços e, de quebra, passar por algumas experiências únicas, como dar um tapa no visual naquele salão de beleza incrível ou entrevistar a sua celebridade gringa favorita.

Se a sua casa é bem localizada, é bonita e tem espaço sobrando, é hora de alugar

Você pode estar desperdiçando uma oportunidade de ganhar dinheiro que não exige muito esforço e nem sabia disso! Receber hóspedes que chegam por meio da internet na sua casa é bem diferente de ser recepcionado em um hotel: seu visitante espera ter um lugar confortável para dormir (e nem precisa ser uma cama em um quarto de verdade), um banheiro limpinho e algumas facilidades, como senha do WiFi, acesso à geladeira e ao fogão e máquina de lavar disponível.

Para hospedar pessoas que estão procurando um lugar para passar algumas noites, você precisa inscrever o seu lar em um site como o Airbnb, por exemplo, que realiza o intermédio entre o dono da casa e o turista cobrando um valor que o proprietário acha justo. Você ainda tem a oportunidade de conhecer gente do mundo todo e, quem sabe, descolar uma hospedagem para a sua próxima viagem.

Sempre gostou de tirar fotos? Agora você pode vendê-las na internet

Fotógrafos profissionais e amadores que sempre pensaram em monetizar suas obras primas agora têm uma forma muito prática para lucrar com esse dom: é possível vender as suas fotos em um banco de imagens online. Sites como Shutterstock, CrayonStock e Fotolia aceitam receber imagens de todo o mundo para serem comercializadas em seus acervos.

Para que isso ocorra, suas fotos precisam passar por uma curadoria para a análise de resolução, apelo comercial, ineditismo e outros fatores que poderão fazer com que profissionais como designers e publicitários comprem as imagens que você capturou. Uma parte do valor vai direto para a sua conta bancária. No entanto, para conseguir uma boa renda, é aconselhável disponibilizar muitas fotos, aumentando as chances de receber um download.

Encontre um “bico” online e realize offline

Troque as suas habilidades por dinheiro! Ao usar aplicativos como Uber, GetNinjas e Singu, você pode se cadastrar para oferecer serviços como motorista, maquiador, tradutor, churrasqueiro, animador de festa infantil, jardineiro e outros, e atender a necessidade de quem está precisando.

Você não tem que ser um profissional da área, mas deve saber o que está fazendo, já que um serviço bem feito rende recomendações para novas solicitações e até mesmo gorjetas. Além disso, você não precisa ficar à disposição do cliente o tempo todo, sendo possível conciliar o seu “bico” com o seu trabalho formal. Para não perder os chamados, a recomendação é ficar sempre atento ao celular, pois os pedidos podem surgir a qualquer hora do dia.

FONTE(S)