Sem dúvida, o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é o pesadelo de muitos universitários. Pesquisa, escreve, revisa e reescreve. Realmente, não é nada fácil.

Mas não é apenas isso.  Ainda é preciso defender o projeto para a banca examinadora e, por maior que tenha sido a preparação e dedicação para a realização do TCC, a hora de apresentar o trabalho em frente a outros professores é um momento de tensão que preocupa muitas pessoas.

Deste modo, separamos aqui algumas dicas que irão auxiliar a realizar uma apresentação de TCC bem sucedida.

Entre as dicas estão:

Elaborar um roteiro de apresentação:  Enfatizar os pontos principais pode proporcionar auxílio durante a apresentação. Sendo assim, ficará mais fácil de não perder o raciocínio. Elaborar cada etapa em tópicos e após escrever o texto que for falar, ajudará a memorizar uma linha de apresentação. Esse roteiro deve conter introdução, contexto, argumentação e conclusão. Também é considerável contar quais as descobertas que o trabalho proporcionou ao longo do semestre.

Preparar slides: A apresentação de slides deve servir de apoio para a fala. Dessa forma, não é aconselhavél colocar muitos textos tornando o material poluído visualmente. Ficar olhando para os slides ou para as anotações não é uma estratégia boa. Experimente montar o arquivo com uma estética agradável e identidade visual, mostrando apenas os principais tópicos do trabalho. Os slides podem auxiliar de uma maneira muito útil se forem usados da forma correta. Uma sugestão é falar, durante a apresentação, sobre itens relevantes que não tenham sidos descritos na monografia. Colocar tabelas, gráficos ou citações pode ser uma boa forma de tornar a apresentação interativa e não poluída.

Relaxar e combater o nervosismo: Chegamos em um dos pontos que gera maior preocupação entre alunos. Sabemos que ficar nervoso é normal, entretanto, é importante se distrair e relaxar no dia anterior à apresentação para que no dia esteja tudo sob controle.

Manter uma postura adequada durante a apresentação: Não basta falar bem se a comunicação não-verbal não passar segurança. Concentre-se no projeto, preste atenção na dicção e controle a linguagem corporal. Ficar andando de um lado para o outro ou fazer muitos gestos com as mãos pode prejudicar o andamento do processo. Isso acaba chamando mais atenção do que o conteúdo. E não se esqueça de focar na banca: outras pessoas vão assistir à apresentação, mas o público-alvo são os avaliadores.

Controlar o tempo: Normalmente, as bancas duram, em média, 40 minutos. Os estudantes têm 15 minutos para defender as ideias. Por isso, é importante traçar o roteiro que falamos no início. Assim, os tópicos mais significativos não serão esquecidos.

Boa sorte!