Vira e mexe, a internet se torna palco de discussões sobre expressões matemáticas. Algo que parece simples demais acaba se tornando um problemão quando nos esquecemos de algumas regrinhas básicas na hora de fazer as contas. O novo quebra-cuca da galera é a seguinte continha:

Você sabe qual é a resposta correta? A maioria das pessoas encontra “1” ou “9”, embora alguns ainda consigam chegar a “0”, “3” e “6” (não nos pergunte como). Vamos focar aqui em decifrar as duas respostas mais comuns.

Resposta = 9 (a errada)

Para chegar a esse valor, algumas pessoas resolvem ler a expressão matemática da esquerda para a direita. Dessa forma, elas primeiro dividem o 6 pelo 2 e depois multiplicam o resultado pela soma de 2 + 1, que está dentro dos parênteses.

Quem chega a esse resultado normalmente se lembra de algumas das regrinhas matemáticas, como a de “primeiro calcular as divisões e multiplicações e por último as adições e subtrações”. Essa norma é extremamente correta, desde que ela não passe por cima de outra diretriz: primeiro devemos resolver o que está dentro dos parênteses e, se necessário, o que estiver dentro dos colchetes e, por fim, das chaves…

Resposta = 1 (a correta)

Aplicando a regra dos parênteses, primeiro devemos executar o segundo termo da expressão, que é 2(1+2). Assim, o 6 do começo da expressão fica à espera de termos esse resultado. No caso, é preciso fazer a soma primeiro, já que está dentro dos parênteses, e por fim multiplicar por 2.

Dessa forma, chega-se a 6 dividido por 6. E, bem, não precisamos lembrar ninguém da tabuada, né? Ou até de outra regrinha da matemática: “todo número dividido por ele mesmo tem como resultado 1”.

Para você ter ideia da importância dos parênteses, veja o exemplo que é mostrado pelo site Gabarito de Matemática. As expressões são feitas com os mesmos números, mas a existência dos parênteses altera o resultado. Confira:

Legal, né? Agora não vá fazer a Nazaré perdida em coisas tão simples!

Fonte: Mega Curioso