Dicas de séries (e de inglês) para quem gosta de aprender de um jeito diferente

As séries vistas pela internet estão em primeiro lugar na preferência dos espectadores. Netflix e outros sites de streaming de séries e filmes são o hype do momento. O fato de poder ver a qualquer hora e todos os episódios, como em uma maratona, encanta os mais apaixonados. “Você chama os amigos, faz uma pipoca e passa um final de semana na frente da tevê. Isso vira papo pra toda semana no trabalho, na faculdade, em qualquer lugar”, salienta Gabriel Vilenas, 28 anos, que estuda inglês online.

Já aprender inglês está na lista das coisas que todo mundo quer muito. Acontece que estudar não figura tão no topo da lista de gostar/querer de boa parte das pessoas. Nesse momento, vale qualquer ideia para chegar na tão sonhada fluência. Por que não aproveitar o novo amor e unir duas coisas legais ao mesmo tempo? Olhar séries combina muito com o objetivo de estudar uma nova linguagem.

“Esse é um amor que sobrevive por legendas”, afirma Luciana Toledo, 22 anos, que está aprendendo inglês para acompanhar as séries favoritas. “A desculpa é que é pro trabalho, né? Mas a gente sempre usa pra algo que parece interessante. Fora que é uma maneira bem bacana de aprender”. Aproveitar e juntar as aulas do curso de inglês com uma atividade que você gosta (muito), tende a melhorar muito o rendimento. Aumenta o vocabulário, ajuda com a pronúncia e faz com que você guarde conteúdos mais complexos com facilidade.

Stranger Things – A série original do Netflix tem oito capítulos e chama atenção tanto pelo suspense da trama quanto pelo apelo aos mais saudosos da década de 80.  A trilha sonora e o apelo visual inspirado em filmes famosos (de todos os gêneros) da década fazem sucesso nas playlists e nas imagens e gifs da série compartilhados nas redes sociais. O elenco ainda conta com nomes conhecidos como Winona Ryder (forever in our <3) e Matthew Modine (hello sailor!).

Friends – Falando em saudosismo, esta é uma série que ninguém cansa. Os seis amigos Rachel, Monica, Phoebe, Joey, Chandler e Ross estão na tv (e agora no Netflix também *.*) todos os dias, mas sempre dá pra olhar mais uma vez (ou fazer mais uma maratona). Foi transmitida durante 10 anos pela NBC, nos Estados Unidos, e em outros canais pelo mundo a fora. A série, que deixou seus protagonistas famosos, conta a história de amigos que vivem em Manhattan e passam por todo o tipo de problemas, dúvidas e coisas muito legais, divididas em histórias focadas sempre em um dos personagens.

A série ganhou premios e o último capítulo foi um dos precursores dos shows com mega audiência (só nos EUA, mais de 50 milhões de telespectadores viram o último capítulo).

Game of Thrones – Falar de série popular e não falar de Game of Thrones é impossível. A série tem espectadores no mundo todo e mudou inclusive a relação que temos com a TV por assinatura. É uma das séries com mais downloads ilegais do mundo (talvez, essa parte a HBO não goste tanto). A história é extremamente bem contada e com bons efeitos visuais. Personagens carismáticos (tanto os mocinhos quanto os bad guys) são sempre pauta para qualquer conversa de quem gosta de séries. E até para quem não gosta, por achar muito novelesco ou um monte de histórias parecidas com outras tantas por aí.

O seriado é baseado na série de livros “As crônicas do gelo e do fogo”, do autor George R. R. Martin, e está no Guinness Book por ser a série com maior transmissão simultânea ao redor do mundo (dá para entender o porquê né, “Battle of bastards”!). Os atores que contracenam na série são bastante ativos nas redes sociais e seguidamente interagem com os fãs (sorry, just in english).

Fonte: Terra – Educação