Sabe aquele ditado: ”O buraco é mais embaixo?”, então…Morar com amigos ou desconhecidos não é tão fácil quanto parece. No começo rola toda aquela descontração e momentos do tipo: ”ai, vamos nos dar super bem, vai ser tudo maravilhoso”, mimimi e blablabla. O problema é quando os defeitos das outras pessoas começam a aparecer, aí o bicho pega.

Quem já dividiu apê ou casa com alguém, provavelmente já teve que lidar com um desses tipos de pessoa, quer ver só? Vamos lá:

Bicho preguiça

Um dos problemas mais comuns, a pessoa tem preguiça de pagar uma conta no banco, lavar a própria louça, limpar os cabelos que espalhou por todo canto e por aí vai. Por incrível que pareça, a única preguiça que ela não tem é de emporcalhar a casa inteira e falar: ”calma, já faço isso”.

Image and video hosting by TinyPic

O acumulador

Pouco preocupado com a presença de outros indivíduos na casa, ele lota o banheiro de produtos, assim como o armário, a geladeira e qualquer outro lugar comunitário. Claro que o quarto não é exceção, daria para abrir uma vendinha com o tanto de coisas que existem lá dentro.

Não fui eu

A louça suja não é dele, o copo em cima da mesa também, assim como os papéis pra fora do lixo. Ele tem uma explicação pra tudo, o que importa é não admitir que isso ou aquilo é dele, mesmo todo mundo sabendo que é. Esse aqui, além de vítima, também foi picado pelo bichinho da preguiça.

O pé no saco

Não concorda com a opinião de ninguém e ainda faz questão de colocar defeito em tudo. Ama falar sobre assuntos chatos e sobre a própria vida, mesmo quando ninguém-perguntou. Na maioria das vezes ele foi parar dentro da casa por indicação ou por ter mascarado MUITO BEM a sua real personalidade.

Image and video hosting by TinyPic

O causador

Ama enfiar 10 amigos por dia no apartamento, é a razão das reclamações dos vizinhos e tá sempre bêbado e nunca tem a-b-so-lu-ta-men-te nada pra fazer. Por isso, frequenta bares e festas diariamente e chega dando barraco 4 da manhã e acordando todo mundo.

Image and video hosting by TinyPic

Falador que passa mal

Dentro de casa finge ser um ótimo amigo, mas mete a boca em todo mundo que mora com ele. Pior ainda, conta os podres dos colegas do apê pra galera e se duvidar ainda inventa um monte de coisa. Mas cedo ou tarde acaba sendo descoberto, ou pior, descobre que o resto do apartamento não gostava dele.

Image and video hosting by TinyPic

Fonte: ObaOba